SOBRE MORAR EM OUTRO PAÍS

Como comentei no post de ontem, hoje vou falar do que acho que vocês devem levar em consideração se estão pensando em mudar de país. Antes de mais nada, não se levem pelo impulso, é uma decisão que deve ser muito bem pensada e analisada, porque ao contrário do que muitos imaginam, não é nada simples, é um processo bem complexo, e isso que nem vou falar da parte burocrática. Como escrevi no post de ontem, quando uma viagem é maravilhosa, é comum dar aquela vontade de ficar nesse lugar, mas quando você vive o dia a dia é outro papo. À turismo, não só você está relaxado de férias como vai ficar poucos dias. Em definitivo você terá que lidar e viver todos os dias com uma nova cultura, costumes e idioma diferentes, e distante da família e amigos. Pense bem antes, se para você será fácil lidar com essas mudanças todas. Ficar longe da família e de pessoas queridas não é nada fácil, a saudade aperta, você perderá festas de família, churrascos, casamentos, aniversários, comemorações… pode parecer bobo, mas sabe aquele dia ruim que a gente quer colo dos pais ou irmãos, que a gente corre para a casa deles depois do trabalho? Aquele almoço “chato” de domingo com a família que sempre sai discussão? Festinha ou apresentação dos sobrinhos? Final do campeonato com metade da família torcendo para um time e a outra para o outro? Sua sobrinha aprendendo a andar? Estar a toa em casa e ir para a casa do seu irmão só para comer uma pizza? Você não terá mais isso. Faz muita falta esse tipo de coisa no dia a dia. Quem mora fora perde esses momentos. E muitas vezes nas visitas você parece um ET porque justamente perdeu isso, e não faz ideia quem é o galã ou o brinquedo do momento, e a música que todo mundo odeia, mas que sabe a letra de cor. E tem mais, se você muda adulto será sempre visto como um estrangeiro, por mais que tenha se adaptado. Você não cresceu assistindo os mesmos desenhos, não leu os mesmos livros, escutou os hits de sucesso na rádio, teve tais brinquedos, e não sabe quem foi o grande atacante do La U do passado e a Xuxa chilena que todos queriam ter figurinhas e bonecas. O que te deixa boiando muitas vezes. Leve tudo isso em conta antes de fazer uma mudança tão grande, ok? Fiz esse post para ajudar a quem pretende mudar, não para desanimar ninguém, porque morar em outro país pode ser a experiência de vida de uma pessoa e tem gente que acaba sendo muito mais feliz em outro país que no seu. Meus pais são um exemplo disso, eles são muito mais felizes no Brasil, e não se veem mais morando em outro país, mesmo o deles, de tanto que amam o Brasil por terem sido tão bem acolhidos. Acabei decidindo escrever esse post por ter conhecido muitos brasileiros que tinham uma imagem bem diferente do que é morar em outro país por mostrarem em reportagens só as coisas boas e esquecer as coisas ruins. Espero que ajude vocês. Até mais! Marcia

Anúncios

Sobre Marcia Jancikic

Publicitária de formação, sua paixão por Santiago do Chile acabou se transformando em livro e blog, que acabaram se tornando seu xodó. Falante e curiosa, fica sonhando com novos destinos e aventuras. Nas horas vagas fotografa tudo o que vê pela frente e se diverte com cosméticos, maquiagens e futebol. Sim, você leu certo, futebol! O Palmeiras é uma de suas grandes paixões.
Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s